09
11
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Nina Dobrev estampa a capa da Flaunt Magazine
publicado por: Nina Dobrev Brasil

Nina Dobrev é a estrela que estampará a capa da edição de dezembro da revista americana Flaunt, além das belíssimas fotos, a atriz concedeu uma entrevista onde ela falou sobre o seu mais novo trabalho Love Hard e muito mais. Confira tudo abaixo:

NINA DOBREV | DRAGON SLAYING
A ideia da “donzela em perigo” existiu muito no mito e na literatura. Uma antiga lenda grega apresenta a princesa Andrômeda acorrentada a uma rocha, eventualmente salva de um monstro marinho por Perseu. A ideia se popularizou em romances medievais, e a frase mencionada surgiu pela primeira vez em inglês no final do século 17 e início do século 18: no poema de 1692, “Sylvia’s Complaint of Her Sexes Unhappiness”, em meados do século 18, ”The Spanish Lady”, na tradução de Dom Quixote de 1755, e o PG de 1919 O romance de Wodehouse, A Damsel in Distress, que se tornou um musical.

O ponto alto de donzelas em perigo? As princesas da Disney, com os encantos do príncipe, os finais felizes e os posteriores eternos. Hoje, é claro, a donzela em perigo pode lutar contra seus próprios dragões e pagar seu próprio aluguel – até mesmo as princesas da Disney começaram a se manifestar – mas a ideia de que uma mulher precisa de um homem para se sentir completa ainda permanece como uma nuvem negra acima de algumas pessoas.

O mais novo papel da atriz e produtora Nina Dobrev em Love Hard sutilmente, através do alívio cômico, explora a ideia não resolvida de querer o amor perfeito. Chega à conclusão atemporal de que, embora querer o amor seja válido e necessário, o primeiro lugar que se deve procurar é dentro de si mesma. Love Hard é uma comédia alegre, romântica e de natal, com a participação adicional de Jimmy O. Yang, Darren Barnet e Heather McMahan. “É um filme divertido”, comenta Dobrev sobre o filme, “e todos lá são realmente hilários, mas não são apenas brincadeiras. Há muito amor no filme, muita conexão e os temas são realmente interessantes.”

Dobrev interpreta a personagem Natalie Bauer, uma escritora que trabalha em uma empresa de mídia, que passa os dias compartilhando histórias sobre sua péssima  vida romântica e o fato de que ela não consegue encontrar o amor verdadeiro. Uma grande romântica de ponta a ponta, ela pensa que finalmente encontrou sua pessoa, apenas para perceber que está terrivelmente errada.

Love Hard quebra todos os estereótipos sobre a donzela em perigo. O Príncipe Encantado não é quem você esperava, o cavaleiro branco é na verdade uma dama branca e o dragão que mantém a donzela presa é o dos seus próprios medos e preconceitos. Uma história de amor a primeira vista, um filme feminista em sua essência, o filme até muda a letra de “Baby It’s Cold Outside” para ser menos “machista” (de acordo com a personagem de Dobrev, Natalie) – esse filme se encaixa perfeitamente nos valores que o ator defende serem os mais importantes.

“A maior falha de [Natalie Bauer] é que ela não vê que tem falhas”, explica Dobrev sobre a autodescoberta de sua personagem ao longo do filme. “Ela está procurando a perfeição, mas ela está olhando o exterior e não está realmente olhando para si mesma e percebendo que ela também é imperfeita e que não existe perfeição. Você tem que ser completo em si mesmo e aceitar suas próprias falhas e aprender a aceitar algumas – muitas – falhas em outras pessoas também, porque nada nunca é perfeito, e se você está em busca da perfeição, nunca ficará satisfeita.”

Ao longo de sua carreira e em sua vida pessoal, Dobrev é uma garota feminista. Ela vai segurar seu cabelo no caso de você vomitar, te defender quando as pessoas falarem mal pelas suas costas, compartilhar tudo o que está em sua mente e muito mais, e terá um absorvente interno para quando você precisar. Mas ela também fará de tudo para tornar seus sonhos realidade, produzindo seu filme. Como produtora, Nina se esforça para contar histórias criadas por mulheres que mostram indivíduos fortes que não têm vergonha de ser reais. “História feminina, cineastas femininas, é o principal de tudo”, explicou Dobrev sobre os títulos que escolheu produzir. “Contar histórias provocativas, interessantes e impactantes para mulheres por mulheres, que sempre esteve no centro de muitos dos projetos.”

Seus mais recentes projetos de produção, nos quais ela também está estrelando, compartilham histórias centradas nas mulheres, com fortes personagens femininas apoiando-as. Sick Girl de Jennifer Cram conta a história de estar perdida, entrar em uma furada e não saber como sair dela. Então, você continua tomando decisões erradas, indefinidamente, até que algo aconteça e você chegue ao fundo do poço e perceba que era exatamente o que você precisava para mudar e ser melhor. “Jennifer Cram escreveu um lindo roteiro e muito engraçado”, elabora Dobrev sobre essa decisão de produção em particular, “E ela é uma mulher, ela queria dirigi-lo, então eu estava muito animada para colaborar com cineastas feminina e ajudar a tornar o sonho de Jen uma realidade.”

Woman 99, seu outro trabalho de produção em andamento, é uma adaptação para a televisão do romance de mesmo nome de Greer Macallister. Conta a história de uma jovem em uma missão para libertar sua irmã de um asilo infame, arriscando sua própria sanidade, sua segurança e sua vida. “Demora muito para produzir coisas e demanda muita energia”, explica Dobrev. “E você não é pago até que esteja basicamente feito, então você realmente tem que ser apaixonada pelo material, o roteiro, os personagens e a equipe envolvida. Todas as peças têm que se encaixar como um quebra-cabeça para torná-lo o projeto certo, e sentir que vai mover a agulha e fazer a diferença e, com sorte, impactar as pessoas que o consomem.”

Antagonista da donzela em perigo, Dobrev está expandindo seu catálogo com seu novo filme de comédia de ação para a Netflix, The Out-Laws. Estrelando ao lado de Pierce Brosnan, Adam Devine, Ellen Barkan, “e um monte de outros seres humanos maravilhosamente talentosos”, Dobrev não poderia estar mais animada para participar desse projeto. A história segue Owen Browning (Adam Devine) como um gerente de banco de grande coração prestes a se casar com o amor de sua vida, Parker. Durante a semana de seu casamento, porém, seu banco é assaltado pelos infames Bandidos Fantasmas, que ele acredita serem seus futuros sogros que acabaram de chegar à cidade.

Além de quebrar mais regras e estereótipos, Dobrev descreve sua personagem em seu último filme, Reunion, como “muito diferente de mim. Nunca interpretei uma personagem como essa antes, foi divertido e muito desafiador.” Apresentando um elenco de estrelas, com Billy Magnussen, Jillian Bell, Lil Rel Howery, Michael Hitchcock, Chase Crawford e Jamie Chung, Reunion é uma comédia de mistério e assassinato sobre um homicídio que acontece durante uma festa de reunião do colégio, na qual os convidados são presos em uma mansão devido a uma tempestade de neve.

Sim, as mulheres cozinham e limpam, mas também podem pagar impostos, consertar a pia quebrada e abrir aquele pote de picles bem apertado (colocar em água quente e bater na tampa com as costas de uma faca ajuda) E elas também dirigem seus próprios filmes. Dobrev fez sua estreia como diretora no SCAD Savannah Film Festival em outubro, onde estreou seu primeiro curta, The One. Filmado pouco antes do início da pandemia, no final de janeiro de 2020, o “bebê” de Dobrev se passa em um futuro próximo e faz um comentário sobre a fertilidade moderna e a moralidade por trás da tecnologia que o acompanha – esteja tudo bem ou não. “É literalmente meu bebê”, diz Dobrev, “eu co-escrevi com Will Frank, que é um amigo meu, eu dirigi e produzi, e agora, finalmente, depois de tanto tempo, estou animada para apresentar meu bebê ao mundo, e espero que eles o recebam bem.”

Abrindo caminho para mulheres em mais de um setor, em 2021 Dobrev criou o Fresh Vine Wine, ao lado de Julianne Hough, e apresentou um novo vinho com baixo teor de carboidratos, baixas calorias e vegano. De acordo com Dobrev, saúde é tudo uma questão de equilíbrio, e pular uma experiência incrível – um jantar com amigos, uma reunião de família, uma viagem de garotas – não precisa ser uma opção. “Se você toma uma taça de vinho, não deve se sentir culpada por isso”, expressa Dobrev sobre o interesse comum que levou essas melhores amigas preocupadas com a saúde a abrirem sua própria empresa. “Você pode fazer ambos. Não é um ou outro. Se você fizer extremos, qualquer extremo, você não terá sucesso. Beber demais é ruim, malhar demais é ruim. Não beber o suficiente é ruim, não malhar o suficiente é ruim. Portanto, é tudo sobre equilíbrio.” Portanto, certifique-se de tomar um copo do cabernet reservado que elas vão lançar em breve.

Tem sido uma grande jornada para Dobrev. Ao viajar do Canadá para os Estados Unidos aos 20 anos, ela desfrutou de um assento na primeira fila para testemunhar a transformação da indústria do entretenimento, permitindo que as mulheres assumissem papéis mais avançados, em ambos os lados da câmera. “Quando me mudei para os Estados Unidos”, relembra Dobrev, “não havia muitas oportunidades de produção para mim. Demorei um pouco para chegar onde estou agora, parte disso sou eu tendo a confiança e sentindo que posso, mas isso também foi porque eu não vi muitos exemplos disso. No início da minha carreira, não tinha muitas pessoas para eu admirar naquele mundo.”

Agora, a própria Dobrev é o modelo que ela não tinha quando começou. Lutando incansavelmente para moldar uma indústria e um mundo onde jovens atrizes e criadoras possam olhar para cima e ver as mulheres como diretoras, produtoras e escritoras. “Acho que a indústria mudou muito nos últimos anos de uma maneira linda”, ela descreve. “Há muito mais oportunidades, e o setor está dando grandes passos na direção certa. Por mais difícil que fosse quebrar essa barreira – ser mulher – está se tornando cada vez mais fácil com o passar dos anos.” Embora seja um mundo machista, seria uma bagunça se as mulheres não o controlassem.

Confira as todas imagens clicando nas miniaturas abaixo:

ENSAIOS FOTOGRÁFICOS E CAMPANHAS – PHOTOSHOOTS & CAMPAIGNS > PHOTOSHOOTS > 2021 > FLAUNT MAGAZINE
NDBR002.jpgNDBR005.jpgNDBR004.jpgNDBR009.jpg
CAPTURAS – SCREENCAPTURES > ENSAIOS FOTOGRÁFICOS E CAMPANHAS – PHOTOSHOOTS & CAMPAIGNS > 2021 > A FLAUNT FILM | NINA DOBREV PRESENTED BY DIOR BEAUTY
NDBR057.jpgNDBR135.jpgNDBR167.jpgNDBR369.jpg

O Nina Dobrev Brasil é um site feito por fãs que não é afiliado e/ou mantém contato de alguma forma com a Nina, amigos, agentes ou alguém relacionado à seus projetos. Esse site foi feito apenas para postar notícias para pessoas que como nós, admira seu trabalho e seu jeito. O NDBR não tem nenhuma intenção de lucro. Caso pegue alguma tradução ou notícia exclusiva e reproduza em seu site, nos dê os devidos créditos.

© Nina Dobrev Brasil • Hospedado por Flaunt • Layout por Lannie D